23/04/2017

Sobrancelhas on fleek com henna!


Yay,  I got new eyebrows!! Era uma das minhas metas pra este ano e finalmente posso riscá-la da minha lista.  melhor sensação ever! 

Sempre tive pouco pêlo nas sobrancelhas e isso não me incomodava tanto,  até de há uns tempos para cá. Nunca as tinha feito porque achava qe não precisava visto que tenho pouco pêlo. E lá tentava eu preencher com lápis, o resultado era sempre DESASTROSO. 

Pesquisei bastante sobre o assunto com o intuíto de arranjar uma solução,  e eis que ouvi falar de alternativas como óleo de rícino,  tinta henna e micropigmentação. 

Comecei então pelo mais barato,  o óleo de rícino, que promete estimular o crescimento e engrossamento dos fios. Usei por cerca de três meses,  mas os resultados foram tão pequenos que acabei por desistir. 

Queria muito experimentar o microblading (ou  micropigmentação) mas o meu bolso ainda não suporta os custos de uma aplicação dessas. Porém, não desisti da ideia, até porque acho que é um investimento que vale muito a pena. 

Restou-me então a ideia de aplicar tinta henna nas sobrancelhas. Mas eu não sabia onde comprar a tinta e nem de locais que aplicassem. 

Estava eu a ir para a escola quando passei por uma placa enorme que dizia "aplicação de henna nas sobrancelhas" ou algo parecido. Deduzi que a placa pertencesse à loja de produtos capilares a de beleza que havia ali (e vim a descobrir que estava certa). Voltei lá dias depois para esclarecer algumas dúvidas  e acabei por aplicar nesse mesmo dia.

Antes de tudo, a designer (de sobrancelhas) perguntou-me como gostaria de ter as sobrancelhas, mais grossas,  mais arqueadas,  mais naturais... Optei pelas naturais,  nem muito grossas,  nem muito finas,  e o mais parecido possível ao desenho natural das minhas sobrancelhas (quase inexistentes). 

Tive de fazer as sobrancelhas antes. Depilação com linha. Doeu horrores (bem,  horrores não diria,  mas doeu o bastante,  numa escala de 1/10, diria que 6)!

Depois,  aplicou a tinta. Tom preto. Demorou bem menos que a depilação, acho que uns 2 minutos. Em seguida,  a designer pediu-me que olhasse ao espelho para ver se gostava. Fiquei foi chocada com o resultado! Completamente diferente (como vocês podem ver pela primeira foto deste post) das sobrancelhas que tivera por quase 20 anos. 20 minutos depois (tempo estimado para a tinta secar e aderir ao pêlo e à pele)  a sobrancelhas estavam prontas!

Como tinham sido acabadas de fazer estavam um pouco carregadas,  mas logo a designer me disse que isso era normal,  com o passar dos dias iria começar a sair e ficar mais natural. Também me disse que a tintura duraria cerca de uma semana, sendo que para umas pessoas dura mais e para outras menos,  dependendo do tipo de pele e do cuidado que se tiver com as sobrancelhas.


Eu fiquei muito feliz com o resultado! As sobrancelhas ficaram exatamente como eu queria. Já se passaram quase duas semanas, e posso dizer que vale muito a pena. Durou pouco mais de uma semana, não borra, não esfarela, nem nada do género! Compensa bastante para quem preenche as sobrancelhas todos os dias com lápis ou sombra, pois acordam com elas basicamente feitas. Entretanto comprei tinta henna para começar a aplicar em casa. Pois embora aplicar lá seja super barato (3€), por semana/mês já  é um bocadinho. Mas super recomendo,  é bastante económico e prático!

A segunda parte deste post será sobre como tenho lidado com a tinta henna em casa!  Se tiverem alguma dúvida já deixem aqui para que eu possa responder no post.

***

O que acharam? Já conheciam este método?  Sentiram curiosidade em experimentar? xx

19/04/2017

Reconstrução capilar com Vinagre de Maçã!


Há algum tempo recebi mais um presskit da Embelleze,  marca de produtos capilares brasileira que cada está a ser cada vez mais abraçada pelas consumidoras (e consumidores)  portuguesas(ses)!  


Desta vez recebi o Enxágue Condicionante Reconstrutor,  da linha Tentação Ácida da Novex. Nunca havia experimentado nada deste género, pelo que fiquei curiosa por testar. 

Benefícios do vinagre de maçã 
O vinagre de maçã contém componentes reconstrutores que são ótimos para cabelos, opacos, ressecados e sem vida, fechando as cutículas devolvendo-lhes brilho e maciez. É também ótimo para quem tem muita descamação no couro cabeludo ou queda de cabelo,  graças às suas propriedades antifúngicas e anti inflamatórias o vinagre de maçã é um excelente aliado na limpeza e prevenção/resolução dos mesmos. 

Sobre o Enxágue Reconstrutor 
O Enxágue Condicionante Reconstrutor vem em formato de spray. A sua consistência é muito semelhante à de água perfumada (que cheira maravilhosamente bem por sinal, nem perto do vinagre de maçã tradicional). Não contém sal, silicones, parabenos nem petrolatos.


A marca recomenda que usemos o produto de três formas: como primer, antes do shampô e condicionador, durante,  entre o shampô e o condicionador, ou como finalizador, depois do shampô e condicionador.  Eu já usei as duas primeiras opções, pelo que vou usar a última quando retirar as box braids, e depois faço um update! 

O que eu achei do produto
Como eu tenho usado tranças, não tem dado para ver muitos resultados,  uma vez que grande parte dos meus cabelos estão protegidos pela fibra sintética. Porém, a raíz já está alta e pude notar algum brilho e maciez nessa área logo após algumas aplicações. Mas depois voltarei com outro post para vos mostrar resultados mais detalhados e verosímeis. Entretanto,  a minha mãe também tem usado e tem gostado do resultado,  o cabelo dela estava bastante enfraquecido por conta de uns produtos que ela usou e deram errado,  e com ajuda de algumas máscaras e do spray reconstrutor,  tem recuperado muito bem,  o cabelo está mais brilhoso,  forte e com um ar mais saudável. 

Confesso que fiquei curiosa por testar os outros produtos da linha,  talvez os adquira e assim faço um post mais completo,  que dizem? 

***

Já conheciam a Embelleze?  Costumam comprar produtos da marca?  Já testaram algum desta linha?  Contem-me tudo nos comentários! xx



17/04/2017

Silhuetas | Como fotografar?


Quem me segue pelo Instagram, sabe que sou muito apaixonada por fotos que valorizem sombras e silhuetas. Eu achava que não valeria um post por ser muito fácil de reproduzir, mas já algumas pessoas me disseram que sentiam dificuldade em fazê-lo,  pelo que resolvi trazer este assunto para aqui! 

O MOMENTO CERTO
Honestamente na minha opinão não existe uma hora perfeita para se tirar este tipo de fotos. Em casa é até mais facil,  basta estar junta a uma janela bem iluminada. Na rua talvez as melhores alturas sejam de manhã quando o sol está a nascer ou ao fim da tarde quando ele se está a pôr. Pois desta forma a luz vem quase que diretamente do horizonte e o resultado é mais fácil de obter. 

QUE ELEMENTOS USAR? 
Investir em elementos com formas interessantes é muito importante,  como só se vai ver a sombra do elemento é necessário que as formas sejam chamativas e interessantes. Podem usar flores,  folhas,  animais,  objetos,  e claro pessoas (e nesse caso usem e abusem das poses, por mais extravagantes que sejam!). Abaixo estão alguns exemplos. 


TIRANDO A FOTO
É importante ter em mente que queremos obter uma foto CONTRA a LUZ. Então, seguindo esse raciocínio, a luz tem de ficar ATRÁS do elemento principal da foto (pessoas, objetos,  etc). Em casa vocês podem usar uma janela bem iluminada para isso!  E no exterior é só ficar contra o sol. Ficaria nesta ordem: janela > elemento principal > câmera. Ou sol > elemento principal > câmera. Deu pra entender? Eu uso o telemóvel para fotografar, mas ao pesquisar sobre o assunto "descobri" que para obterem uma foto destas com uma máquina fotografica devem deixá-la no modo manual, regular o ISO para 100 ou pouco menos,  e fotografar sempre em RAW. 

EDITANDO
A minha edição neste tipo de foto é muito muito simples. Eu gosto das sombras bem escuras para valorizar a forma do elemento,  por isso aumento um pouco o contraste. Depois pra dar aquele "tchan" coloco um filtro p&b fator super eliminatório como podem ver nas fotos abaixo.


Nestas fotos coloridas, penso que realçar a cor do background deixa a foto mais bonita.  No telemóvel podem fazer isso com o Snapseed,  com a ferramenta pincel. No computador,  creio que o Lightroom ou o Photoshop sejam ótimos aliados.

E aqui estão algumas das fotos que eu já tirei neste estilo,  em casa e no exterior. 



Como vêm, aplico sempre um filtro p&b, mas hei-de experimentar algumas coloridas. Não deixem de me acompanhar pelo Instagram pois irei publicar lá em primeira mão, e depois talvez faça um update por aqui! 

***
Gostam deste tipo de fotos?  Que outras dicas têm para conseguir fotos assim? 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...